O que saber sobre Ph, amonia, nitrito, nitrato, dureza geral e dureza carbonada.

pH – É o peso do hidrogênio. Basicamente você precisa saber que ele pode ser ácido, neutro ou alcalino. 7.0 é neutro. Acima disso é alcalino e abaixo é ácido. Os níveis comuns em aquários novos são 7.4, 7.2. Em aquários mais velhos, onde a tendência é de queda, o normal é 6.8. O ideal em um aquário comunitário é manter um pH de 7.0 ou algo próximo disso. No começo o pH é sempre mais alto, o que é comum. Por isso, os primeiros peixes devem ser tolerantes a um pH elevado. Os testes de pH são bem simples de fazer, mas pode ser que o aquarista deseje algo mais simples e preciso para medir seu pH. Se este for o desejo do aquarista, basta adquirir um medidor eletrônico digital de pH que lhe dá o pH exato 24 horas por dia. É conveniente levar logo para casa um teste de pH, um acidificante e um alcalinizante para qualquer correção eventual. Antes de receber os primeiros habitantes, por exemplo, convém colocar uma dosagem de acidificante para baixar um pouco o pH.

Amônia – É um elemento tóxico. Se houver no aquário, significa que há algo errado com a filtragem biológica, ou excesso de alimento, ou que há peixes demais, ou que sistema é novo ou insuficiente, ou simplesmente que o aquário é novo demais e não é hora de colocar peixes. Você deve ter sempre a mão um teste de amônia. Se estiver alto, não coloque peixes pois você poderá perder todos em poucos minutos. Se você já tiver peixes e o teste acusar amônia, de pronto aumente a circulação da água, ou coloque ar nas bombas de circulação. Se possível, compre um produto para neutralizar a amônia. Se não dispor dos produtos em questão, faça trocas de água de 30% diariamente, mas cuidado com o pH da nova água, pois a amônia é mais tóxica quando o pH é maior. Corrija o pH da nova água antes de joga-la no aquário. Posteriormente, procure as causas dessa subida de amônia. Nível ideal = 0.

Nitrito – Outro elemento muito tóxico. Testes periódicos são bem vindos, especialmente antes ou depois de colocar novos peixes ao sistema. Assim como a amônia, se aparecer, devemos aumentar a circulação do aquário, colocar ar nas bombas, efetuar trocas de água e verificar as causas do mesmo. Muito comum em aquários novos ou que sofrem com excesso de peixes e rações de má qualidade.. Nível ideal = 0

Nitrato – Praticamente não tóxico aos peixes de água doce. Pode trazer alguns problemas se encontrado em concentrações absurdamente altas. Recomendado o teste em aquários mais antigos. Dificilmente aparecerão altas concentrações deste elemento em aquários com manutenção bem feita. Níveis ideais = entre 0 e 50ppm

Dureza Geral (GH)– É a quantidade de sais que existe na água. Alguns peixes são particularmente sensíveis a este fator, como os discos , por exemplo. Outros peixes não sofrem influência deste fator. O fato é que quase todos os animais se dão bem em água mole, exceto, talvez, os ciclídeos africanos. É importante, portanto, que você saiba o tipo de peixe que tem para ter idéia de qual o nível de dureza ideal em seu aquário. Os testes de dureza também são muito simples de serem efetuados.

Dureza Carbonatada (KH) – Conforme o tempo vai passando, pode haver uma tendência de queda do pH. Isso ocorre em geral, devido ao excesso de sujeira acumulada no cascalho, nos filtros ou em qualquer outra parte do aquário. Em alguns casos, o aquarista não consegue manter o pH equilibrado somente com trocas parciais de água, então sugerimos o teste de KH. Este teste mede a quantidade de sais que produzem o efeito tampão, ou seja, que evitam quedas bruscas de pH ou níveis desconfortáveis ou perigosos aos peixes. Níveis ótimos de KH giram em torno de 3o a 5odKH. As trocas parciais periódicas são o melhor recurso para manter estáveis os níveis de KH do aquário, pois a água da torneira, em geral, provém a quantidade necessária destes sais, mas em alguns caos, especialmente para alguns peixes de água alcalina, como ciclídeos africanos, por exemplo, pode haver a necessidade de adicionarmos sais de bicarbonato para elevar os níveis de KH. Para isso existem os tamponadores, que são produtos à base destes sais que produzem o efeito tampão.

por aquaset

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s